PERDA DE ENTES QUERIDOS 
"Avó Sofia e Avô Carlão Exemplos de Força e Fé"
"Avó Sofia e Avô Carlão Exemplos de Força e Fé"


 “O fardo é proporcional às forças, como a recompensa será proporcional à resignação e a coragem.”Allan Kardec

 

Avó é uma mãe com açúcar

No dia 04 de outubro de 2016, aos 88 anos, minha avó Sofia se despediu desta Terra para o retorno a sua morada Espiritual, tenho certeza que realizaste tudo que fora possível ao longo destes anos, no benefício de sua família e todo aquele que compartilhou sua caminhada. Minha avó querida deixa em nós a certeza de que a vida é o presente maior que Deus criador nos dá. Sempre estará dentro dos nossos corações.

 

Avô é um pai com doce de leite

No dia 09 de Novembro de 2016, com 90 anos de vida meu avô Carlão partiu para Espiritualidade, encerrou sua jornada nesta Terra. Meu avô deixou para todos nós uma herança de fé e esperança de que podemos vencer qualquer desafio que a vida nos trás, quando confiamos em Deus e praticamos o bem e a caridade. Saudade estará sempre em nossos corações.

 

Meus avos suportaram nestes últimos cinco anos, com coragem inúmeras provas, seus problemas de saúde, minha avó o Alzheimer e meu avô o AVC, e as perdas, de sua neta, filha e genro, confiantes de que Deus misericordioso esta no comando e nos fortalece nas provas que são necessárias para nosso crescimento espiritual, sempre movidos pela fé inabalável, seguiram em frente em sua batalha diária ensinando a todos que viver é um presente precioso e devemos sempre a cada dia agradecer por esta grande oportunidade.

“Tocando em Frente

Almir Sater

Ando devagar porque já tive pressa 
E levo esse sorriso porque já chorei demais... 

Hoje me sinto mais forte 
Mais feliz quem sabe? 
Eu só levo a certeza do que muito pouco sei... 
Ou nada sei... 

Conhecer as manhãs e as manhãs... 
O sabor das massas e das maçãs... 
É preciso amor pra poder pulsar... 
É preciso paz pra poder sorrir... 
É preciso a chuva para florir... 

Penso que cumprir a vida seja simplesmente 
Compreender a marcha e ir tocando em frente... 
Como um velho boiadeiro levando a boiada 
Eu vou tocando os dias pela longa estrada 
Eu vou...estrada eu sou... 

Conhecer as manhãs e as manhãs... 
O sabor das massas e das maçãs... 
É preciso amor pra poder pulsar... 
É preciso paz pra poder sorrir... 
É preciso a chuva para florir... 

Todo o mundo ama um dia...todo o mundo chora.. 
Um dia agente chega..o outro vai embora.. 
Cada um de nos compõe a sua historia.. 
E cada ser em si carrega o dom de ser capaz de ser feliz.... 

Conhecer as manhas e as manhãs... 
O sabor das massas e das maçãs... 
É preciso amor pra poder pulsar... 
É preciso paz pra poder sorrir... 
É preciso a chuva para florir... 

Ando devagar porque já tive pressa 
E levo esse sorriso porque já chorei demais... 
Cada um de nos compõe a sua historia... 
E cada ser em si carrega o dom de ser capaz...de ser feliz...”

Erica